SAÚDE LGBTQIA+

Práticas de cuidado transdisciplinar

A percepção da carência de literatura científica brasileira e de ensino sobre saúde das pessoas LGBTQIA+ instigou os editores a reunirem profissionais experientes para a criação de uma obra completa, atualizada e contextualizada no cenário da assistência à saúde no país. 

 

O trabalho gerou um livro e agora também um curso online. Lançado pelo  Instituto Saúdiversidade, o curso é também voltado à Saúde das pessoas LGBTQIA+. Será feito de forma online, com aulas quinzenais nas manhãs dos finais de semana entre 12 de junho e 24 de outubro. 

Livro.png

CONTEÚDO DO LIVRO

Este livro procura instrumentalizar os profissionais da saúde com abordagens da população LGBTQIA+, cobrindo desde aspectos específicos da anamnese e exame físico, até cuidados com pessoas que se encontram em condições de maior vulnerabilidade.O leitor também encontrará uma lista de responsabilidades e competências para cada profissão e especialidade médica relacionadas à saúde das pessoas com diversidade sexual e de gênero, que o auxiliará na sua prática clínica. Este livro é indicado para clínicos gerais, residentes, docentes, profissionais e estudantes de graduação da área da saúde.

Image by Sharon McCutcheon

CONTEÚDO DO CURSO

As aulas têm como objetivo atualizar e capacitar os alunos sobre todos os aspectos do cuidado à saúde integral da população LGBTQIA+, como anamnese e exame físico, abordagem familiar, saúde sexual e reprodutiva, saúde mental, cuidados relativos ao processo de transição de gênero, entre outros, abrangendo de forma completa as fases da vida, das crianças às pessoas idosas, incluindo temas como cultura, direito, bioética e religião.

O curso aborda de forma direta e fundamentada em evidências a infância e adolescência com variabilidade de gênero, parentalidade, conjugalidade e envelhecimento LGBTQIA+, cuidados no sexo anal e vulva-vulva, no uso de acessórios, saúde trans, intersexo, pessoas não binárias e assexuais e muitos outros. Cobrirá também os cuidados com pessoas que se encontram em condições de maior vulnerabilidade, como as LGBTQIA+ negras, indígenas, profissionais do sexo, pessoas com deficiência, em situação de rua e restrição de liberdade.

É voltado para profissionais e estudantes da área de saúde (Medicina, Enfermagem, Psicologia, Serviço Social, Nutrição, Educação Física, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Gerontologia, Saúde Pública, Farmácia, Educação Física, Odontologia e outros) e outras áreas que tenham interesse em saúde LGBTQIA+ (Educação, Jornalismo, Direito e outros).

 

ENTRE EM CONTATO

Obrigado por nos contactar!

Responderemos assim que possível. Se preferir, escreva-nos: instituto.saudelgbt@gmail.com